Publicado em Deixe um comentário

Tipos de embalagens para esterilização de materiais

Materiais-esterelizacao

Conhecer os tipos de embalagens para esterilização de materiais é a forma mais eficaz de realizar o procedimento de forma segura. Antes da compra, as pessoas levam em consideram a qualidade do material e, ainda, o seu preço.

Por esse motivo, a partir de agora, vamos listar quais são os tipos de embalagens para esterilização de materiais que estão disponíveis no mercado.

Conheça as características dos tipos de embalagens para esterilização de materiais

Dentre os tipos de embalagens para esterilização de materiais que estão disponíveis no mercado, há o papel kraft. O papel kraft é uma alternativa para quem está em busca de opções para a execução do procedimento.

Contudo, seu uso dentro do ambiente hospitalar foi proibido pela Anvisa, porque sua gramatura varia e a presença do efeito memória é marcante.

O tecido de algodão é mais uma opção. No entanto, seu desgaste não é fácil de ser monitorado, ele tem baixa barreira de proteção, mas ainda assim é uma escolha, porque seu preciso é mais acessível.

Contudo, para realizar a aquisição, é importante levar em consideração os gastos que serão feitos.

O algodão precisará ser lavado e os custos com água, sabão, energia elétrica e mais a mão de obra do profissional que fará o serviço pode fazer com que essa alternativa não seja assim tão viável, levando em consideração os custos que envolvem toda a operação.

Além disso, o algodão não é um material que tem resistência a ação da umidade e sua barreira antimicrobiana é baixa.

Quando uso para esterilização de materiais hospitalares, ele pode trazer algum tipo de risco. A cada uso, as fibras do tecido vão se desgastando. Por esse motivo, é importante observar como está o processo de reutilização, de forma a evitar problemas para o hospital.

Quem procura uma opção para embalagens objetos pequenos, o papel grau cirúrgico é uma alternativa eficiente. O seu custo é acessível e ele conta com regulamentação. Hospitais e outros estabelecimentos podem fazer dele, porque é fácil de encontrá-lo em tamanhos e formas diferentes.

Tais características tornam o papel grau cirúrgico uma opção para a esterilização com vapor sob pressão, autoclave de formaldeído, radiação ionizante, vapor sob pressão, óxido de etileno e plasma de peróxido de hidrogênio.

Já foram citados ao longo do texto alguns tipos de embalagens para esterilização de materiais, porém cada um, possui particularidades. Agora, o tecido SMS para esterilização é a opção mais completa dentre as que já foram mencionadas anteriormente.

Isso acontece, porque ele conta com uma barreira eficiente contra a entrada de microrganismos. Ele também pode ser utilizado tanto nos processos gasosos quanto nos realizados a vapor apresentando resistência o que impede que ele fure ou rasgue.

A maleabilidade é uma característica importante e o tecido SMS tem. Outra peculiaridade dele está no poder de repelir líquidos, mas possibilitar que apenas o agente esterilizante entre no ponto onde o procedimento ocorre.

Ele pode durar até seis meses, mas é preciso ter atenção quanto as condições de armazenamento dele, pois isso pode fazer com que sua durabilidade diminua.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *