Publicado em Deixe um comentário

Como reduzir a fatura de luz com reformas na sua casa

Como reduzir a fatura de luz

Antes e durante os meses mais frios do ano, começamos a nos preocupar mais do que nunca com a conta de luz, que tende a nos dar alguns sustos no inverno. A redução das horas de luz e aquecimento, pode colocar em causa as nossas finanças. A eficiência energética consiste em reduzir a quantidade de luz que consumimos neste caso, sem alterar os nossos hábitos e costumes. Por exemplo, para podermos economizar e reduzir a conta de luz, não precisamos desligar as luzes e acender velas ou não colocar o tão esperado aquecimento quando está frio.

Existem outras medidas muito mais práticas com as quais podemos reduzir o consumo sem ter que mudar de um dia para o outro. Podemos promover a eficiência energética realizando uma série de reformas para economizar energia em casa.

As Janelas

Eles são o primeiro elemento que devemos levar em consideração ao economizar luz em casa. As paredes costumam ser eficazes para isolar o interior da temperatura externa, mas as janelas tendem a oferecer menos resistência.

Normalmente são constituídos por duas peças principais: a moldura e o vidro. No caso da esquadria, o PVC é o material com maior qualidade isolante, além disso, sua manutenção é muito simples. Já os vidros também podem ser úteis quando são duplos. Existem também cristais de baixa emissão, que são eficientes contra o frio. Porém, no caso do calor, perdem capacidade isolante.

Casa bem isolada

Outra reforma a se considerar para economizar luz é investir em isolamento geral, além das janelas. Instalar folhas de fibra mineral ou fibra de vidro nas paredes e tetos, criando uma falsa com isolamento no caso de tetos altos ou mesmo pintura com tinta térmica, tornará a casa menos fria e a conta de luz será mais baixa.

Um termostato para controlar a temperatura

O aquecimento e o ar condicionado representam até 50% do gasto de uma casa. A simples instalação que propomos, que nem sequer poderia ser considerada uma reforma, consiste na instalação de um termóstato com o qual se pode controlar e programar a temperatura da propriedade. Além disso, existem novos modelos inteligentes que permitem Wi-Fi e controle remoto, para diminuir a temperatura quando estamos fora.

Compre eletrodomésticos com etiqueta energética A + ou superior

Embora não seja uma reforma estrutural, os eletromésticos consomem muita energia. Felizmente, todos eles por lei devem incluir informações sobre sua eficiência energética, por isso é fácil se orientar pelas letras e códigos de cores que o indicam. É essencial adquirir modelos com etiquetas A, de cor verde. Um detalhe relevante é organizar a cozinha por seções térmicas, ou seja, afastar os aparelhos que emitem calor daqueles de refrigeração e limpeza.

Autoconsumo e Placas solares

Uma reforma muito interessante para economizar é instalar painéis solares para complementar o consumo da rede elétrica, já que ser totalmente autossuficiente ainda é complicado. Além disso, as energias renováveis ​​estão em um momento de boom, e portanto, com o auxílio da legislação atual, o preço da instalação de painéis solares caiu consideravelmente. Para fazer isso, você deve entrar em contato com uma empresa que fornece este serviço.

Resumindo, há uma variedade de mudanças que podemos adotar para garantir que nosso consumo de eletricidade seja o mais baixo possível. A maioria são medidas e reformas simples em alguns casos e aplicáveis ​​na maioria das casas. Devemos aproveitar a tecnologia doméstica, que veio para ficar com o objetivo de tornar nossa vida mais fácil e confortável. Não se esqueça que, além de fazer essas mudanças em casa, você tem que adaptar seus hábitos de consumo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *